Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

30.Jan.08

Inspecção apanha 4 mil contratos ilegais e seis mil salários em atraso

Os trabalhadores com contratos a termo abusivos e com falsos recibos verdes detectados pela Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) aumentaram 24% no ano passado. A construção civil, a hotelaria e a restauração são os sectores onde o trabalho ilegal e não declarado é mais comum.

Os trabalhadores com contratos ilegais detectados pela Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) no ano passado aumentou 24%.

Nas 16 mil empresas visitadas ao longo de 2007, os inspectores de trabalho encontraram quatro mil trabalhadores nas mais diversas situações: trabalhadores com contratos a termo abusivos, com falsos recibos verdes ou que simplesmente não estavam declarados ao Fisco e à Segurança Social. Em 2006, as pessoas nesta situação eram 3.238.

Este aumento tão significativo pode estar relacionado com o facto de, no ano passado, a antiga Inspecção-Geral do Trabalho ter dado prioridade à vistoria a empresas de risco, nomeadamente dos sectores da construção civil, hotelaria e restauração, onde este fenómeno é muito comum.

Fonte Jornal de Negócios, edição de 30 de Janeiro de 2008. Noticia completa (aqui)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.