Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

Os salários publicados no início do ano apontam para aumentos médios na ordem dos 2,5%, abaixo da inflação prevista pelo Banco de Portugal. No arranque das negociações para 2011, as expectativas são baixas: há sectores que propõem aumentos zero.

 

Em 2011, a ordem será, sob todos os pontos de vista, para a contenção salarial. Com a recessão a ameaçar a economia e o corte de salários na Função Pública a servir de exemplo, não faltam argumentos às associações patronais. Nos processos de negociação colectiva para 2011 que já arrancaram, não são raras as propostas de aumentos zero. "De uma forma geral, as propostas iniciais dos empresários variam entre 0% e 1,5%", afirma Arménio Carlos, dirigente da CGTP.

É também o que revela a ronda feita peloNegócios por vários sectores. As associações da distribuição e da banca propõem o congelamento de salários, depois de no ano passado terem aberto as negociações com valores de 1% e 0,5%, respectivamente.

Na energia, as expectativas também não são elevadas. A Galp colocou em cima da mesa uma proposta de congelamento, enquanto a EDP já subiu dos 0,5% para 1,55%, ligeiramente acima do que ficou definido no ano passado.
Url da notícia:

----------------

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=468671

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D