Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

08.Mar.08

Mais de 60.000 docentes a caminho de Lisboa

Ministra enfrenta protesto de professores
A ministra da Educação deverá enfrentar hoje o maior protesto de professores de sempre, depois de duas semanas em que, um pouco por todo o país, milhares de docentes se manifestaram e disseram "basta" às políticas educativas do Governo socialista.

Maria de Lurdes Rodrigues, ministra da Educação, deverá ter uma das maiores contestações de professores de sempre, depois de duas semanas em que, um pouco por todo o país, milhares de docentes se manifestaram e disseram "basta" às políticas educativas do Governo socialista.

Os sindicatos do sector estimam que mais de 60 mil professores participem na "Marcha da Indignação", que arranca do Marquês de Pombal cerca das 15:00 em direcção ao Terreiro do Paço, em Lisboa, zonas onde o trânsito estará cortado pela PSP.

Sob os lemas "Assim não se pode ser professor" e "A escola pública não aguenta mais esta política", este protesto será o ponto mais alto de uma onda de contestação à equipa de Maria de Lurdes Rodrigues, que hoje, mais uma vez, deverá ouvir nas ruas o pedido da sua demissão.

A manifestação é justificada com um sentimento generalizado de "insatisfação", "indignação" e "desrespeito", mas também com as consequências do novo Estatuto da Carreira Docente, sobretudo em relação ao modelo de avaliação de desempenho, que os sindicatos contestam exigindo a sua suspensão.

O último protesto nacional de professores decorreu em Outubro de 2006 e reuniu em Lisboa mais de 20 mil docentes, naquela que foi até à data a maior manifestação da classe.
Fonte Expresso, edição de 8 de Março de 2008. Ligação da notícia (aqui)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.