Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

31.Jan.13

Hollande enfrenta primeira greve geral da função pública

Os mais de cinco milhões de funcionários do Estado francês estão hoje em protesto.


Os funcionários públicos franceses protestam hoje contra a degradação das condições de trabalho e o aumento salarial de 0,5%, encarado pelos sindicatos como uma provocação.

"Do anterior Governo até agora pouco ou nada mudou", afirma Thierry Lepaon, líder do CGT, em entrevista à RTL. "Este protesto, com esta dimensão, pretende chamar a atenção do Governo para os problemas do desemprego e da perda de poder de compra", acrescenta. A paralisação deve afectar escolas, hospitais e outros serviços públicos.


Para o socialista François Hollande esta é a primeira greve geral da função pública desde que chegou ao Eliseu. Mas já no início desta semana, os trabalhadores de empresas como a Arcelor Mittal, o Credit Agricole ou a Peugeot Citroen demonstraram o seu descontentamento numa manifestação à porta do Ministério do trabalho, em que protestaram contra os despedimentos em massa, que levaram o desemprego em França para o nível mais alto dos últimos 15 anos.


"Não passa uma semana sem que se oiça falar em despedimentos colectivos em empresas que geram enormes lucros", alertam os sindicatos, que esperam agora que Hollande cumpra as suas promessas eleitorais e ponha um travão à degradação do mercado de trabalho em França, um objectivo de campanha que, lembram os representantes dos trabalhadores, o ajudou a ganhar a presidência.

A economia francesa deverá ter destruído riqueza no último trimestre do ano passado e para os primeiros três meses deste ano não se antecipa crescimento, segundo as ‘polls' da agência Bloomberg.