Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

10.Out.13

Frente Comum e Fesap criticam cortes de 10% nos salários dos funcionários públicos

 

A Frente Comum e a Federação Sindical da Administração Pública (Fesap) estão contra a alegada intenção do governo de avançar para uma redução definitiva em 10 por cento nos salários dos funcionários públicos acima de 600 euros a partir de 1 de janeiro.

Em declarações à Antena1, a coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública afirma que se está perante uma nova afronta aos funcionários públicos. Ana Avoila acusa o executivo de perseguir estes trabalhadores devido a uma questão ideológica.

O secretário coordenador da Fesap, Nobre dos Santos, refere à Antena1 que o corte nos ordenados viola o princípio da confiança e obriga os sindicatos a recorrer a todos os meios para travar a medida.

A notícia é do Correio da Manhã, que explica que a proposta vai ser discutida esta quinta-feira em Conselho de Ministros. Da aplicação do corte não pode resultar um salário mensal inferior a 600 euros. A diminuição dos vencimentos é concretizada através da revisão da tabela remuneratória única.