Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

21.Mai.14

Albuquerque falha meta para mobilidade especial

O número de funcionários a aderirem à mobilidade especial ficou muito aquém do esperado, conta o Observador. Dos 59 milhões que a ministra Maria Luís Albuquerque pretendia poupar, apenas, conseguiu nove milhões

 

O Governo queria colocar cerca de dez mil funcionários públicos em mobilidade especial, mas até ao momento não conseguiu chegar sequer aos 100, revela o Observador.

Segundo este portal noticioso, até 2 de maio, no âmbito da última avaliação da troika ao programa de resgate, o Governo só tinha conseguido que 50 funcionários aderissem à mobilidade especial.

Assim, a intenção de poupar 59 milhões de euros ficou muito aquém do esperado, com o Governo a conseguir poupar apenas nove milhões. A culpa, refere um membro do Executivo, está relacionada com o chumbo do Tribunal Constitucional, ao artigo do regime de requalificação que abria a possibilidade de despedir funcionários públicos, pois sem a penalização máxima, “é óbvio que ninguém aceita ir para requalificação”.

Para contrariar estes resultados, o ministério liderado por Maria Luís Abuquerque já está a tomar medidas, que passam por fixar metas para cada um dos ministérios.

O sistema de requalificação deveria aplicar-se a todos os trabalhadores que exerçam funções públicas em órgãos e serviços da administração direta e indireta do Estado, instituições de ensino, autarquias e administração regional, e que sejam considerados excedentário no seu serviço.