Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

04.Out.18

Aumentos de 10 euros para todos os funcionários públicos não estão em cima da mesa

O Executivo socialista e os parceiros discutem aumentos salariais na administração pública.

O Governo está a negociar com os parceiros à esquerda aumentos salariais para os funcionários públicos. O Jornal Económico e o Jornal de Negócios admitem, esta quinta-feira, que existem vários cenários em discussão.

Num primeiro cenário, todos os 675 mil trabalhadores do Estado receberiam mais 10 euros. Contactado pela TSF, no entanto, o Ministério das Finanças desmente esta hipótese.

Num segundo cenário, o Governo dá prioridade aos salários mais baixos e aumenta o valor do salário mínimo no Estado, fixando-o em 635 euros - uma medida que deve abranger perto de 80 mil trabalhadores. Quem ganha 600 euros mensais, deverá ter um aumento que poderá chegar a 35 euros. Já os funcionários públicos que recebem 610 euros podem contam com mais 25 euros no final do mês e os que recebem 630 euros têm o menor aumento, correspondente a 5 euros.

O último cenário ainda em discussão prevê que para os salários entre os 635 euros e os 835 os aumentos sejam de 10 euros - o que beneficiaria mais de 90 mil trabalhadores do Estado. No entanto, caso a possibilidade do aumento de salário de 10 euros para todos os funcionários públicos não siga em frente, estes aumentos podem mesmo ser revistos em alta - com um ordenado de 835 euros a ficar próximo dos 1.000 euros.

Fonte próxima das negociações revelou ao Jornal Económico que o impacto financeiro destas medidas deve rondar os 80 milhões de euros por ano.

Sobre estes dois cenários, o Ministério das Finanças opta, para já, por não se pronunciar.

Fonte