Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

21.Out.14

Duplo corte na Função Pública

Cerca de 400 mil funcionários públicos levam um duplo corte nos salários deste mês, que contempla 18 dias de setembro, além do vencimento de outubro, concretizando-se a redução entre 3,5% e 10% nos ordenados a partir de 1500 euros. O Ministério das Finanças, autor da lei, pagou ontem os vencimentos com cortes que podem chegar aos 800 euros em salários acima de quatro mil euros.

 A redução salarial também se sentiu a dobrar nos ministérios dos Negócios Estrangeiros, Defesa, Presidência do Conselho de Ministros e Segurança Social. Mais céleres, algumas autarquias acautelaram os pagamentos de setembro já com as novas regras vigentes desde 12 de setembro e aprovadas após o chumbo constitucional ao pacote de austeridade para a Função Pública.

 Na Defesa, os cortes não chegaram ao mesmo tempo. A Força Aérea e o Exército aplicaram-nos no mês passado, ao contrário da Marinha. Por exemplo, um sargento que ganhe 1642 euros de vencimento levou um corte de 120 euros, tendo já sofrido uma redução de 70 euros em setembro, correspondente aos 18 dias da lei em vigor. Mas na Marinha há casos em que, além dos 120 euros, se somam mais 70 euros a título retroativo: ao todo, 190 euros. Até quinta-feira, setores como a Educação e o Ambiente pagam os salários com o duplo corte.

 

A redução salarial entre 3,5% e 10% vigora até ao final de 2014. A partir de janeiro, o Governo vai repor de forma gradual os cortes, na ordem dos 20%.