Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

13.Mai.14

Especial saída da troika: Função pública

O Negócios prossegue a série onde se avaliam os três anos de programa de resgate e se perspectiva o pós-troika. Esta quarta-feira, 14 de Maio, analisa o que se passou a função pública e projecta o que ainda irá acontecer.

O programa de ajustamento está a aproximar-se do fim.

 

Negócios está a fazer um balanço do que aconteceu desde 2011 nos vários sectores económicos. E analisa o pós-troika, numa altura em que o Governo já anunciou que a saída do programa de ajustamento será sem cautelar. 

 

Esta quarta-feira, 14 de Maio, vai analisar o que aconteceu com os funcionários públicas. Saiba também o que podem esperar estes trabalhadores para o futuro. 

 

Os trabalhos do Negócios, que analisam os últimos três anos, já analisaram o que se passou com a poupança dos portugueses, o que foi feita para aumentar a concorrência em Portugal. O Negócios já analisou, por outro lado, oendividamento da economia e o que foi foi feito nareorganização do Estado, nomeadamente ao nível local

 

Depois de ter analisado, também, o sector portuário e a evolução das exportações em Portugal, à fiscalidade portuguesa e à banca.

 

Antes de analisar a banca, o Negócios verificou o que se passou, nos últimos três anos, no ajustamento salarial

 

Mas, a série iniciou-se segunda-feira, 14 de Abril, com uma análise ao sector da energia.

 

O trabalho prosseguiu com uma análise ao que se passou, durante estes três anos, no campo da Justiça.

 

E, quarta-feira, 16 de Abril, avaliou-se o que mudou no modelo de crescimento da economia portuguesa, dependente, que estava, da procura interna. 

 

Quinta-feira, 17 de Abril, destacou-se a educação e o que foi feito nesta área.

 

A análise já integrou, a 21 de Abril, as parcerias público-privadas (PPP).

 

As análises prosseguiram com o escrutínio dos últimos três anos na área do mercado de habitação (na vertente do arrendamento e do crédito à habitação), na saúde, nos transportes e na construção.