Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

06.Mai.16

FESAP confiante na resposição das 35 horas a 1 de julho. “A garantia é que a data vai ser cumprida”

À saída da reunião com o Governo sobre a reposição das 35 horas de trabalho, Nobre dos Santos, secretário-geral da FESAP, disse estar confiante quanto à entrada em vigor da medida a 1 de julho.

 

A Federação de Sindicatos da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (FESAP) diz estar confiante quanto à reposição das 35 horas de trabalho por semana, que entrará em vigor a 1 de julho. “A garantia que ficou é que as datas apontadas pelo governo vão ser cumpridas “, avançou Nobre dos Santos, secretário-geral da FESAP.

O governo recebeu esta sexta-feira os sindicados da Administração Pública, para discutir as 35 horas de trabalho. À saída da reunião no ministério das Finanças, Nobre dos Santos garantiu: “Nós acreditamos na data que está apontada para resolver o problema das 35 horas, em princípio em todos os setores de atividade. Continuamos no caminho de negociação para atingir os objetivos pretendidos”, destacou. Recorde-se que, em fevereiro, António Costa garantia que as 35 horas de trabalho semanal estavam asseguradas a partir de 1 de julho.

 

“O problema das 35 horas não é um problema novo para a Administração Pública, já existe desde 1988”, acrescentou ainda o responsável. Em relação ao gradualismo na aplicação da medida, o secretário-geral da FESAP disse que “não ficou nada decidido em definitivo”.

Fonte