Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

21.Mai.14

FESAP não aceita a destruição da rede de Centros de Emprego

Postos de trabalho poderão estar em risco

Foi com surpresa que a FESAP acolheu a notícia sobre a existência de um estudo que visa concretizar a partilha de instalações da Segurança Social com Centros de Emprego, justificada pela poupança resultante da libertação de dezenas de imóveis.
A FESAP receia que, com o pretexto de obter ganhos de eficiência e de melhorar os serviços prestados aos utentes destes importantes serviços descentralizados ‐ já que, uma coisa é o atendimento integrado e outra é a integração destes serviços na
Segurança Social ‐ este não seja mais do que um primeiro passo no sentido de fundir os referidos serviços, conduzindo à destruição da rede de Centros de Emprego e ao perigo de perda de postos de trabalho.
Além disso, e sendo conhecida a intenção do Executivo de transferir para a alçada de empresas privadas alguns dos serviços atualmente prestados pelos Centros de Emprego, a FESAP vê nesta medida um sinal de que o Governo pretende privatizar serviços prestados pelos Centros de Emprego.

Assim, foi já solicitada uma reunião de caráter urgente com o Presidente do Conselho Diretivo do Instituto do Emprego e da Formação Profissional, de modo a que esta situação seja completamente esclarecida, bem como as questões relativas às carreiras, concursos e horários de trabalho, terminando com a destabilização e a intranquilidade geradas nos trabalhadores e nos serviços de ambos os organismos, dada a especial importância destes serviços numa altura em que é imperativo o Estado dar a melhor resposta possível aos mais de 800 mil desempregados.
Lisboa, 21 de maio de 2014