Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

13.Out.16

Governo mantém duodécimos para subsídio de natal no Estado

Dificuldades técnicas impedem fim do regime de pagamento fracionado em Janeiro.

Os funcionários públicos vão continuar a receber em duodécimos o subsídio de natal do próximo ano. O Governo alega dificuldades técnicas, relacionadas com os programas informáticos, que impedem o pagamento sem duodécimos em janeiro.

Desta forma, tal como tem acontecido nos últimos anos, os funcionários públicos continuarão a receber os subsídios de natal e de férias fracionados, recebendo metade do valor total no verão e em Dezembro. "Será complicado fazer a alteração do sistema informático numa administração pública que é vasta" a um de Janeiro, informou Carolina Ferro, a secretária de Estado da Administração Pública ao STE.

 

Desde 2013 que o subsídio de natal e obrigatoriamente pago em duodécimos no Estado. Para Helena Rodrigues, do STE, a justificação é "uma falsa questão". Este sindicato exige aumentos salariais de dois por cento na Função Pública.

Fonte