Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

10.Abr.15

Governo nomeia gestora chumbada pela comissão de recrutamento

Ana Pinho recebeu nota negativa em sete dos 12 critérios analisados. Cresap diz que não tem experiência para as funções de vogal na entidade gestora de fundos comunitários.

O Governo nomeou uma gestora que tinha sido chumbada pela Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap). Ana Pinho foi escolhida para vogal do Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego, uma entidade gestora de fundos comunitários, apesar de a comissão liderada por João Bilhim ter apresentado reservas à sua nomeação, considerando que lhe faltava experiência, avança o jornal Público.

Embora o parecer da comissão não seja vinculativo, foi a primeira que o Governo ignorou a recomendação, desde que esta foi criada em 2012. Em quase três anos, a Cresap chumbou 26 gestores públicos, mas até agora o Governo tinha sempre aceitado a decisão.

"Desde 2012, apenas num caso - exatamente no ano a que se refere o presente Relatório de Atividades - foi nomeada para o cargo em causa uma personalidade para a qual a Cresap tinha emitido um parecer de 'com reservas'", pode ler-se no relatório de atividades da Cresap de 2014.

Segundo o Público, trata-se de Ana Pinho, que recebeu nota negativa em sete dos 12 critérios analisados. Uma decisão que o ministério de Poiares Maduro, que tutela o organismo para o qual a gestora foi nomeada, defende. Em resposta ao jornal, o ministério salienta que as reservas manifestadas pela Cresap limitavam-se à falta de experiência da candidata para as funções para a qual foi proposta, não sendo em posta em causa a sua "idoneidade e a competência".

A Cresap foi criada em 2012 para selecionar a direção superior da administração e avaliar a adequação de perfil das personalidades indicadas pelo Governo para o exercício do cargo de gestor público.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.