Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

15.Abr.14

Nova tabela salarial na Função Pública para 2015 conhecida até ao fim do mês

Medidas que em 2015 substituirão os actuais cortes de salários no Estado deverão ser conhecidas até ao final do mês, estima a ministra das Finanças. Rescisões amigáveis e aposentações pouparão 180 milhões.

Os funcionários públicos deverão conhecer até ao final de Abril o destino dos seus salários em 2015. Estará em causa a criação de uma tabela salarial única e de uma tabela de suplementos únicos no Estado, com impactos directos nas remunerações.

 

O calendário foi avançado aos jornalistas por Maria Luís Albuquerque no final da reunião de Conselho de Ministros, que esta terça-feira, 15 de Abril, discutiu a estratégia orçamental do Estado para 2015.

 

Segundo a Ministra das Finanças, as medidas para a Função Pública “serão discutidas ainda este mês. Previsivelmente até ao final deste mês estaremos em condições para explicar as medidas duradouras que estão a ser estudadas”. A ideia é tê-las prontas para discutir com a troika e colocá-las igualmente à consideração dos parceiros sociais.

 

Maria Luís Albuquerque reiterou que desta nova configuração salarial não resultarão poupanças adicionais em termos agregados. Este ano os cortes de salários no Estado tiraram 1,7 mil milhões de euros em termos brutos aos funcionários públicos.

 

A única poupança adicional, isto é, que acresce à austeridade que vem sendo sentida este ano, é oriunda das aposentações e das rescisões amigáveis. Nesta frente, o Governo espera poupar 180 milhões de euros no próximo ano. 

 

O risco de o Tribunal Constitucional vir a chumbar os cortes salariais em curso desde Janeiro mereceu um comentário lacónico por parte da ministra: "Não especulamos sobre decisões do TC”, respondeu. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.