Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

17.Abr.14

Passos Coelho: Fecho de serviços de finanças avança mesmo

Primeiro-ministro garante que a intenção de fechar serviços de finanças é para manter. Processo tem estado a marcar passo.

O encerramento de metade dos serviços de finanças do País, previsto no memorando da troika mas que não chegou a sair do papel, é mesmo para avançar. A garantia foi dada esta terça-feira pelo primeiro-ministro, que colocou ênfase na redução das estruturas do Estado.

 

Na entrevista que concedeu à SIC, Pedro Passos Coelho foi questionado sobre o encerramento de serviços de finanças, tendo respondido que "a reorganização de serviços públicos vai ser feita, vai avançar, quer no que respeita aos serviços de finanças, quer noutros serviços". 

 

O fecho de serviços de finanças está contemplado no acordo com a troika, mas o prazo de concretização tem vindo a ser sucessivamente adiado. No relatório da décima avaliação ao programa de assistência, a versão mais recente, o Governo comprometeu-se a fechar 25% dos serviços até final de Março e mais 25% até final de Maio. 

 

Contudo, os prazos voltaram a não ser cumpridos, o que tem levantado dúvidas sobre a intenção de concretização dos mesmos. 

 

Hoje, em entrevista, Passos Coelho diz novamente que é para cumprir. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.