Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

31.Mai.21

Quer concorrer aos estágios do Estado? Veja aqui como

Quer concorrer aos estágios do Estado? Veja aqui como.

As candidaturas ao EstágiAP XXI, o programa extraordinário de estágios remunerados na Administração Pública, arrancam esta segunda-feira. Ao todo, há 500 vagas por preencher nos organismos públicos de diversos pontos do país, desde o Porto a Lisboa, passando por Santarém ou Guarda. Recursos humanos, ciências florestais, direito ou engenharia informática são algumas das áreas de formação procuradas.

 

O programa de estágios, que é coordenado pelo Instituto Nacional de Administração (INA) em articulação com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), destina-se a jovens licenciados até aos 30 anos que estejam desempregados ou à procura do primeiro emprego ou até aos 35 anos caso possuam deficiência ou incapacidade.

Estes estágios têm a duração de nove meses e podem ser celebrados contratos a tempo integral ou a tempo parcial, para permitir aos estagiários a frequência de cursos académicos ou formativos. Cada estagiário recebe uma bolsa no valor de 998,5 euros ilíquidos, o equivalente à remuneração de um técnico superior em início de carreira. No caso dos contratos a tempo parcial, a bolsa será a proporção equivalente ao período de trabalho.

Além disso, os estagiários beneficiarão de uma majoração na classificação atribuída em sede de lista de ordenação final em procedimento concursal de recrutamento que seja publicitado nos dois anos após o termo do estágio.

Se preenche os requisitos e está interessado em candidatar-se, já pode fazê-lo, através de um formulário online, no separador do “EstágiAP XXI“, que estará acessível no portal da Bolsa de Emprego Público (BEP) em www.bep.gov.pt.

Para candidatar-se, será necessário efetuar o seu registo na BEP, caso ainda não esteja registado. Posteriormente, poderá submeter a sua candidatura e manifestar as suas preferências quanto às vagas de estágios.

  1. Será pedida a “identificação de estágio a que pretende concorrer, por referência à licenciatura, à entidade promotora e ao distrito, até ao limite de 10 vagas”, lê-se no diploma que fixa a distribuição das 500 vagas nos organismo públicos, em vários pontos do país, publicado na sexta-feira em Diário da República.
  2. Deverá ordenar as vagas a que se pretende candidatar, por ordem decrescente de preferência, ou seja, o primeiro lugar deve ser ocupada pela vaga que mais lhe interessa ocupar.

A análise das candidaturas cabe ao INA e o procedimento de seleção e colocação é concluído no prazo máximo de 60 dias, segundo o diploma publicado em março. “O candidato é colocado numa única vaga, sendo selecionado nos termos do regulamento do Programa EstágiAP XXI (…) e de acordo com a ordem de preferência que manifestou”, pode ler-se.

Já as vagas não ocupadas podem ser disponibilizadas aos candidatos admitidos que não foram colocados anteriormente, tendo estes a possibilidade de submeter nova manifestação de preferência.

O programa de estágios estava previsto no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) e no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), tendo ficado estabelecido, por proposta do PCP, que a abertura dos mesmos teria de ocorrer no primeiro trimestre de 2021.

Fonte ECO

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.