Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

19.Jun.14

Risco de Portugal avança após TC rejeitar aclaração

Os juros de Portugal subiam em todos os prazos em mercado secundário, mantendo a tendência de agravamento da manhã, depois de o Constitucional ter recusado o pedido de aclaração ao chumbo dos cortes salariais na administração pública.

A taxa a dez anos avançou cerca de quatro pontos base para a casa dos 3,5%, ao mesmo tempo que a cinco anos a 'yield' registava um ganho de quase três pontos base para os 2,323%.

 

E isto depois de conhecida a decisão de rejeitar o pedido de aclaração do Governo por parte do Tribunal Constitucional relativamente ao chumbo de três medidas do Orçamento do Estado para este ano, entre elas a dos cortes nos salários da Função Pública.
O Governo pediu esclarecimentos aos juizes do Palácio do Ratton para poderem avançar com medidas alternativas. Mas esse pedido foi agora recusado