Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A formiga no carreiro

A formiga no carreiro

12.Mar.14

SINTAP, Câmara Municipal e SMAS de Loures assinam ACEEP

Horário de 35 horas semanais

 

O SINTAP, a Câmara Municipal de Loures e os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Loures (SMAS) assinaram hoje, 12 de março, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um Acordo Coletivo de Entidade Empregadora Pública (ACEEP) ao abrigo do qual os trabalhadores da autarquia e dos Serviços Municipalizados podem praticar um horário de trabalho de 35 horas.

 

Depois de alguns atrasos e adiamentos, para os quais temos alguma dificuldade em encontrar justificação, o Presidente da Câmara e também Presidente do Conselho de Administração dos SMAS, Bernardino Machado, chegou a acordo com o SINTAP, depois de já o ter feito com outras organizações sindicais, numa atitude que consideramos que é, de certa forma, discriminatória, e que não serve os interesses nem dos trabalhadores nem da autarquia.

 

Apesar disso, Bernardino Machado coincide com o SINTAP na opinião de que o aumento da produtividade não está diretamente ligada ao aumento do horário de trabalho, tornando assim possível a convergência de posições no sentido de salvaguardar os direitos dos trabalhadores do município e dos SMAS de Loures, que assim poderão continuar a praticar um horário de trabalho de 35 horas e não o que o Governo pretendia impor a toda a Administração Pública.

 

Como é do conhecimento geral, ao aumentar o período normal de trabalho, o Governo, na realidade, diminui os salários em cerca de 14% no valor/hora, pelo que a assinatura deste acordo revela-se de grande importância para anular os efeitos de uma medida extremamente penalizadora para os trabalhadores e suas famílias.

 

Loures junta-se assim a Lisboa, Odivelas, Cascais, Amadora, Vila Franca de Xira e Sintra, no conjunto das autarquias da Grande Lisboa que assinaram acordos com o SINTAP, permitindo repor a justiça no que diz respeito ao horário de trabalho dos respetivos trabalhadores.

 

 

Loures, 12 de março de 2014